Porto Alegre – O zagueiro Antonio Carlos, 37 anos, do Juventude de Caxias do Sul, foi suspenso por 120 dias pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) gaúcho pela agressão racista contra o jogador Jeovânio do Grêmio, na partida das duas equipes na semana passada. O jogador já estava suspenso preventivamente pelo período de 60 dias.
A condenação foi baseada nos artigos 253 e 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que punem agressão física e atitude anti-desportiva, com penas que variam de 120 a 540 dias.
Ao ser expulso da partida no último dia 05, depois de dar uma cotovelada no jogador do Grêmio, Antonio Carlos, o xingou de macaco e saiu de campo apontando para a própria pele.
O Ministério Público do Rio Grande também já pediu a instauração de inquérito e o zagueiro enfrentará processo criminal por racismo na Justiça comum.
A decisão do TJD gaúcho não foi bem recebida por Jeovânio. “Temos de acatar a decisão da Justiça, mas esse código precisa ser melhorado. Ou daqui a pouco outro vai me chamar de macaco e só vai pegar quatro jogos”, reclamou.

Da Redacao